Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O valor das prestações mensais do subsídio de desemprego é calculado com base na remuneração mensal (salário base) do beneficiário enquanto trabalhador.

Subsídio de Desemprego: Questões Fundamentais
Condições de atribuição de subsídio de desemprego - Desde 2012
Subsídio de Desemprego para Empresários em nome Individual e Gerentes Aprovado
Financiamento para desempregados com remuneração abaixo do valor do subsídio
Modalidades de Subsídio de Desemprego
Anulação de subsídios de desemprego por incumprimento
Valor do subsídio de desemprego em 2018

Para calcular o valor das prestações mensais do subsídio de desemprego, deve:

  1. considerar o salário mensal (salário bruto somado a quaisquer outros prémios e horas extraordinárias);

  2. multiplicar o valor do salário base por 14 meses, se tiver recebido subsídios de férias e Natal;

  3. multiplicar o valor do salário base por 12 meses, se NÃO tiver recebido subsídios de férias e Natal.

Subsídio de DesempregoExistem limites legais para o valor das prestações mensais do subsídio de desemprego:

  • Nenhum beneficiário pode receber abaixo do valor do Indexante de Apoios Sociais (IAS), menos de 419,22 Eur mensais.

  • Nenhum beneficiário pode receber acima de 3 vezes o valor do Indexante de Apoios Sociais (IAS), mais de 1.257,66 Eur mensais.

Nota: A prestação mensal do subsídio de desemprego não pode ser superior a 75% do valor líquido da remuneração de referência, o que não se aplica às prestações de valor mais baixo.

A fórmula de cálculo é a seguinte:

SB x 14 (ou 12) = R
R:360 = MD
65% de MD x 30 = SD

Legenda da fórmula de cálculo:

SB: salário base
R: remuneração de referência
MD: montante diário
SD: subsídio de desemprego

Alguns exemplos:

Salário base de
500,00 Eur
Salário base de 1.000,00 EurSalário base de
2.500,00 Eur
500 x 14 = 7 000
7 000 : 360 = 19,44
65% de 19,44 = 12,64
12,64 x 30 = 379,1
1000 x 14 = 14 000
14 000: 360 = 38,89
65% de 38,89 = 25,29
25,29 x 30 = 758,70 
2 500 x 14 = 35 000
35 000 : 360 = 97,22
65% de 97,22 = 63,19
63,19 x 30 = 1895,83 
Subsídio de desemprego: 419,22 Eur mensais (valor mínimo igual ao IAS) Subsídio de desemprego: 758,70 Eur mensais Subsídio de desemprego: 1.257,66 Eur mensais (valor máximo igual a três vezes o IAS)

Fonte: Expresso Emprego

Subsídio social de desemprego

  • Para beneficiários com agregado familiar (prevalece o valor mais baixo): ou 419,22 Eur (100% do IAS) ou o valor líquido da sua remuneração de referência.

  • Para beneficiários isolados (prevalece o valor mais baixo): 335,38 Eur (80% do IAS) ou o valor líquido da sua remuneração de referência.

Nota 1: A remuneração de referência corresponde ao valor médio do salário base mensal declarado pelo empregador à Seg. Social, nos primeiros seis meses dos últimos oito, contando a partir do mês anterior ao do desemprego e depois de deduzidos os descontos para a segurança social e os impostos.

Nota 2: O valor do subsídio de desemprego subsequente não pode ser superior ao valor do subsídio de desemprego de que se beneficiou anteriormente.

Subsídio de desemprego parcial

  • Trabalhador por conta de outrem (dependente): acresce 35% ao valor do subsídio de desemprego e subtrai o valor do salário que recebe a tempo parcial.

  • Trabalhador por conta própria (independente): o valor do subsídio de desemprego = (subsídio de desemprego acrescido de 35% - rendimento anual presumido para efeitos fiscais) : 12 meses.

Nota: O valor do subsídio de desemprego parcial é igual ao do subsídio de desemprego sempre que o subsídio de desemprego acrescido de 35% ou a soma dos rendimentos do trabalho (dependente ou independente) com o subsídio de desemprego parcial sejam inferiores ao valor do IAS.

Nota: O valor do subsídio de desemprego parcial, depois de acrescidos os 35%, não pode ser superior ao valor do subsídio de desemprego que recebia anteriormente.

Kunena Avatar
valdemar queiros
pedido infirmacai sbsudio desemprego tenho 57anos desconto 36anos cheguei acordo com firma or extibcao de posto de trabalho estive durante um ano ultimo alguns meses de baixa estes meses da baixa vao set calculadis para o fundo desemprego pelo que recebi
Tenho 57 anos descontei 35 anos fiqquei desempregado por mutuo acordo extincao de posto trabalho estive ultimanente de baixa como se calcula o subsidio desemorego pelo valor de salario base ou pelas renumeracoes que recebi da seguranca social qual a firma de calculo para subsidio de desemorego os meses de baixa tem influencia no calculo de valor ee referencia agradeco que me infirme
Obg

Kunena Avatar
Beatriz Madeira
O cálculo do subsídio de desemprego é feito com base na fórmula que a Seg. Social apresenta no ponto relativo a "Montantes - Cálculo da remuneração de referência" no separador "Qual a duração e o valor a receber" em http://www.seg-social.pt/subsidio-de-doenca

Se, porventura, a prestação da baixa está entre as suas últimas 6 remunerações, então estas serão consideradas para encontrar a remuneração de referência, influenciando o valor do subsídio de desemprego.

Kunena Avatar
valor subsidio social de desemprego
Boa noite, gostaria de uma informação.Eu fiquei desempregada em 1 de Agosto de 2014 e terminei em setembro de 2015 o subsidio de desemprego o qual tinha uma majoração de 10% enquanto mãe solteira sobre a base de 419€ ou seja recebi durante os primeiros 180 dias cerca de 461€ e depois reduziram me para 414€ não para 419€ e agora em setembro como ainda não tinha arranjado emprego fui solicitar o subsidio social de desemprego o qual me foi concedido mas não só me retiraram a majoração como o valor atribuido foi de cerca de 378€ a minha questão é que me indicaram que a majoracao seria automatica pois já tinha no subsidio de desemprego e a minha situação enquanto mãe solteira mantinha se mas existe um valor minimo ou é legal baixar para os 378€? e a majoracao eu solicitei pois a situacao é exactamente igual e não só não obtive qualquer informaçao como pelo valor que me irão pagar este mês não tenho direito.questionei um funcionário da ss novamente que me disse que só existe majoracao no subsidio de desemprego e não existe no subsidio social de desemprego é verdade?duas pessoas a trabalhar para a mesma entidade e com informaçoes distintas?é que eu tenho o primeiro escalao de abono de familia e já quando o solicitei disseram que não tinha direito eu reclamei e foi me atribuido a minha duvida agora é se subsidio social de demprego para mães solteiras tem majoração tal como tive no subsidio de desemprego.Obrigada
Kunena Avatar
Maria Ferreira
Calculo Subsidio de Desemprego
Boa noite,
Estive de baixa cerca de meio ano, no primeiro mês e meio chamaram-me para ir a uma junta médica e deram-me alta, como um dos meus problemas era de cardiologia, estava aguardar a consulta hospitalar do mesma, entretanto recorri da Junta Médica já com o devido Relatório Médico, conclusão deram-me novamente alta, e como normal só recebi /- mês e meio de baixa, como tive duas vezes desmaios não pude ir trabalhar até que a empresa propôs-me acordo por mutuo acordo pois o meu serviço estava a baixar bastante, concordei e inscrevi-me no Fundo Desemprego, para meu espanto só me dão mensal 241,74 €. agradecia o favor de me informar se os cálculos estão bem feitos, o meu salário mensal era o mínimo ou seja 505.00€,
Agradeço a vossa atenção, com os meus cumprimentos

Kunena Avatar
célia
subs de desemprego e reforma
Boa noite. gostava de saber de um imigrante que tenha 66 anos de idade e 13 anos de descontos para a segurança social , em caso de despedimento, tem direito a subsidio de desemprego até atingir os 15 anos de descontos para poder ter direito a reforma de velhice. Obrigada pela atenção.
Kunena Avatar
Rúben Melo
Calculo Subsidio de Desemprego
Boa Tarde,

Venho por este meio solicitar que me informem se o valor do subsidio de refeição ( a parte tributável sobre o qual desconto para o irs e para a segurança social ), conta para o calculo do subsidio de desemprego.

Obrigada pela vossa atenção

Kunena Avatar
Beatriz Madeira
Caro Rúben Melo, boa tarde.

Por norma, o valor do subsídio de refeição não é incluído no cálculo do valor diário da prestação de apoio social no desemprego. O apuramento deste valor deverá considerar apenas o montante mensal da remuneração base.

Kunena Avatar
Rúben Melo
Mesmo efectuando descontos sobre o valor que excede os 4,27? Acho uma situação injusta pois se pagamos ss e irs sobre esse valor deveria o mesmo contar. Obrigada pela atenção dispensada ;)
Kunena Avatar
Beatriz Madeira
Só temos informação de que seja incluído no cálculo do subsídio de desemprego o subsídio de férias e de Natal nos casos em que o trabalhador os tenha recebido. Não há referência a subsídio de refeição neste cálculo.

Poderá, no entanto, procurar uma confirmação desta informação por via de contacto direto com a Seg. Social, cujos contactos encontra em http://sabiasque.pt/familia/noticias/2352-denunciar-ou-apresentar-queixa.html

Kunena Avatar
Rúben Melo
Calculo Subsidio de Desemprego
Boa Tarde,

Venho por este meio solicitar que me informem se o valor do subsidio de refeição ( a parte tributável sobre o qual desconto para o irs e para a segurança social ), conta para o calculo do subsidio de desemprego.

Obrigada pela vossa atenção

2000 Caracteres remanescentes


Destaques Agenda

Comentários Recentes

Kunena Avatar Anonymous
1 day 2 hours

Boa tarde. A minha remuneração mensal é composta por ordenado base + isenção de horário+ajudas de custo (as ajudas de c ...

Kunena Avatar Andreia Pereira
2 days 3 hours

Boa tarde Neste momento estou a realizar um estágio profissional remunerado de 9 meses, já realizei 6 meses e meio do está ...

Kunena Avatar Diogo Vale
3 days 22 hours

Boa tarde Trabalhei o ano todo a ful time e em Maio mudei para part time. No enatnto só recebi 435€ de subsídio de féria ...

Kunena Avatar José Silva
5 days 15 hours

Animar seria iludir. A verdade pode magoar, mas nunca poderá ofender e nunca poderá insultar. Eu nunca iria contaminar um P ...

Kunena Avatar Ricardo Miguel
7 days 3 hours

(estou sem teclado PT) Ohh Jose Silva... Voce e tao motivador... Se esta assim tao convencido que as coisas funcionam desse m ...