Sexualidade



Votos do utilizador: 5 / 5

Determinados medicamentos cortam o efeito da pílula

A mulher deve proteger-se com um método contraceptivo adicional de barreira - preservativo - durante o período em que está a tomar algum medicamento que diminua ou suprima o efeito da pílula e quando terminar a toma do mesmo, deve prolongar a utilização do preservativo durante mais 7 dias de toma consecutiva da pílula. Isto porque a eficácia contraceptiva da pílula só está garantida após 7 dias consecutivos de toma, uma vez que este é o tempo necessário para estabilizar os níveis hormonais no sangue que fazem com que os ovários permaneçam em descanso e, deste modo, não ocorra uma ovulação.


Votos do utilizador: 5 / 5

A Agência dos Direitos Fundamentais da União Europeia (FRA) apresentou os resultados do maior estudo feito até agora sobre a violência contra as mulheres, revelando a extensão dos abusos sofridos em casa, no trabalho, em público e virtualmente. O relatório expõe a violência contra as mulheres adultas e a violência física e sexual sofrida pelas mulheres na infância. 


Votos do utilizador: 5 / 5

Os contracetivos hormonais (CH) são dos medicamentos mais estudados e monitorizados a nível mundial, devido ao seu extenso uso. Estima-se que mais de 3 milhões de mulheres entre os 15 e 49 anos utilizem por ano a pílula em todo o mundo.

Como calcular os dias do período fértil
Interacção da pílula com medicamentos e outras substâncias


Votos do utilizador: 5 / 5

O período fértil é a fase do ciclo menstrual em que a mulher liberta um óvulo (ovulação) que é fertilizável, fecundável, por isso esta é a altura em que existe maior probabilidade da mulher engravidar se houver relações sexuais. O cálculo do período fértil faz-se da seguinte forma:


Votos do utilizador: 5 / 5

A Comissão Europeia lançou uma consulta pública aberta até 30 Maio para recolher opiniões sobre o combate à mutilação genital feminina (MGF) e vai disponibilizar 15,1 milhões de euros para promover a igualdade de género. Segundo dados da Amnistia Internacional, na Europa, onde se estima que vivam 500 mil mulheres mutiladas, 180 mil meninas estão em risco anualmente de serem sujeitas à MGF.


Votos do utilizador: 5 / 5

A maioria das pílulas controla o ciclo menstrual, ou seja, impede a ovulação, a libertação de um óvulo maduro (fecundável) pelo ovário. Quando se toma a pílula a mulher não tem um período fértil, pois os ovários estão 'adormecidos'. Assim, impede-se a fecundação, logo, a gravidez.


Pág. 1 de 4

Entrar no Sabias Que

 

A circuncisão é uma pequena intervenção cirúrgica que consiste na remoção do prepúcio, a pele que envolve a glande (a extremidade do pénis). Esta prática é frequente em rapazes de...

Please publish modules in offcanvas position.