Aviar receitas médicas com Cartão do Cidadão – Agosto 2015

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A partir de Agosto deste ano é possível aviar receitas médicas com o Cartão de Cidadão, sem ter de recorrer ao papel e sem ser possível aviar a mesma receita duas vezes.

logo SNSO/A médico/a vai passar a receita no computador, bastando que o utente entregue o Cartão do Cidadão na farmácia, onde é lido e os medicamentos entregues.

O Ministério da Saúde já distribuiu leitores pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS), sendo que o sistema vai arrancar em 16 unidades e estando previstas alternativas para quem não tem Cartão do Cidadão.

As portarias publicadas em Diário da República que regulamentam as novas regras são:

  • pdfPortaria nr. 223/2015 – estabelece o procedimento de pagamento de comparticipações do Estado no preço de venda ao público dos medicamentos dispensados a beneficiários do SNS (procede à generalização de um novo modelo de receita desmaterializada);
  • pdfPortaria nr. 224/2015 – estabelece o regime jurídico das regras de prescrição e dispensa de medicamentos e produtos de saúde e define as obrigações de informação a prestar aos utentes (adapta o processo de prescrição, dispensa e faturação numa ótica desmaterializada, para que se possa eliminar os procedimentos que pressupõem o suporte de papel da receita).

receita aviar

4000 Caracteres remanescentes


Código do Trabalho

Código do Trabalho

O código do trabalho apresentado nesta página (Lei n.º 7/2009) e artigos anexos está em vigor desde Fevereiro de 2009 e foi atualizado com as alterações introduzidas . Para consultar o...

Comentários Recentes

está na lei trabalhar 9 dias seguidos
8 horas 27 minutos

descanso semanal

Ana
2 dias 22 horas

Estou numa empresa desde 14 de Agosto de 2019 com contrato de termo incerto. Apresentei a carta de rescisão a 19 de Junho 20 ...

Carlos
4 dias 9 horas

Bom dia. Tenho um familiar nao directo, sem filhos, vive sozinho, que por razoes de saude gostaria de aceder a um Lar de Idos ...