Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

A Segurança Social publicou hoje, as datas para o pagamento dos subsídios sociais e familiares e pensões para maio, permitindo um melhor planeamento e uma salvaguarda para os beneficiários, na medida em que sabem exatamente o dia em que recebem.

Porta 65 Jovem - 1.ª e 2.ª fases de candidaturas de 2014
Programa Porta 65 - Jovem (Arrendamento Jovem)
Apoios sociais ao arrendamento

Com o objetivo de prestar um melhor serviço ao cidadão, a Segurança Social tem uma data fixa mensal para o pagamento dos subsídios sociais e familiares e pensões, permitindo um melhor planeamento e uma salvaguarda para os beneficiários, na medida em que sabem exatamente o dia em que recebem.

Subsídios Sociais

Maio 2014
PrestaçãoMeio de pagamento
Transferência bancáriaCarta-cheque*Vale de correio*
Prestações Familiares 16 de maio A partir de 16 de maio Não aplicável
Rendimento Social de Inserção Não aplicável Não aplicável A partir de 23 de maio
Complemento Solidário para Idosos 1 A partir de 9 de maio A partir de 9 de maio A partir de 9 de maio
Desemprego/ Doença / Parentalidade 23 de maio A partir de 23 de maio Não aplicável
Ação Social 23 de maio A partir de 23 de maio Não aplicável

Doença Profissional: Pensões e Subsídios

30 de abril Não aplicável A partir de 30 de abril

1) Pago juntamente com a pensão.
*) O tempo de envio dos pagamentos por carta-cheque e vale de correio é da responsabilidade dos CTT.

Pensões

 Meios de pagamento
 Transferência bancária 1Vale de correio 2
Pensões Dia 10 de cada mês

A emissão de vales é efetuada por ordem alfabética a partir do 1º dia útil de cada mês e até ao dia 18.

A emissão dos vales de correio para as Regiões Autónomas é sempre efetuada no 1º dia útil de cada mês.

1) Se a data indicada coincidir com sábado, domingo ou feriado, a pensão é creditada no dia útil anterior.
(2) O tempo de envio dos pagamentos por vale de correio é da responsabilidade dos CTT.

logo segurança social

adalberto romero neves de melo
Pagamento da reforma
Sendo norma a liquidação da pensão de reforma ocorrer ao dia 10 de cada mês e conforme leio no vosso site, se esta data coincidir com feriado essa data é antecipada para a véspera, irá cair a um domingo. O dia anterior é Sábado (9), logo deverá ocorrer a transferência destas reformas, no próximo dia 7, Sexta-Feira.
Agradeço a confirmação.

Pedro Ferreira
As datas dos pagamentos em junho de 2019 pode ser consultadas na página: Segurança Social: Datas de pagamento dos subsídios sociais e pensões em junho de 2019
Catarina
Dinheiro
Ah 3 meses que nao a recebi o abono nem o subsideo custuma ser a dia 23
Afinal quando e que vai cair na conta

Elisabete gp
Baixa por receber
Estou de baixa de longa duracao e este mes ainda nao recebi mais alguem esta com este problem?
Beatriz Madeira
Em Agosto houve atrasos no pagamento das prestações sociais da Seg. Social. Por norma os pagamentos são feitos por volta do dia 20 de cada mês, mas poderá haver atrasos ocasionais.
Sónia mucha fernandes
Dúvida sobre valor que devo receber
Estive de baixa de 11 de fevereiro até 22 de março. Quando a junta médica deu alta. Gostaria de saber qual o valor que tenho direito a receber desse tempo?
Ana Maria Sequeira Dias Augusto
Pedido urgente
:por favor alguém me pode ajudar , estou de baixa médica a mais de um ano e por várias vezes cheguei ao final do mês e não recebi a minha baixa. Logo para a segurança social e a desculpa é que o processamento do pagamento foi feito antes da minha baixa entrar, como isto é possível se todos os meses a minha baixa entra sempre na mesma data. Este mês diz que não vou receber novamente. Mas que tenho direito a pedir o pagamento extra. Como posso fazer este pedido,? Tenho despesas medicamentos que não tenho como pagar se não receber a baixa. Quem me pode ajudar?
Sofia
Baixa
Olá boa tarde

Alguém me sabe dizer em que dia exato são feitos os pagamentos por transferência para as baixas médicas? Obrigado

Neuza Silva
Baixa médica
Boa tarde entrei de baixa no dia 4 de agosto e ainda não recebi nenhuma carta com a informação do montante que irei receber é normal? É que eu contei seis meses para trás e vai dar fevereiro e nesta altura estava desempregada. Começei a trabalhar em março mas em abrir tive que entrar também de baixa. Será que vou ter direito a algum pagamento? Obrigada pela ajuda
Beatriz Madeira
Será uma informação a esclarecer junto da Seg. Social diretamente.
Jose Martins
duvida
Bom dia , queria tirar uma duvida , eu já estou de baixa desde do dia 25 de janeiro de 2016 e ainda não recebi qualquer dinheiro da SS , queria saber se isto é normal?! OBRIGADA.
Beatriz Madeira
Não é normal, mas há informação de que os pagamentos do Estado estão atrasados. Por norma, o pagamento da prestação social é feita até cerca do dia 20 do mês seguinte ao do início. Para mais esclarecimentos sugerimos-lhe que contacte a Seg. Social diretamente.
Adriana Arrais
Boa noite minha duvida e porque to de baixa e o mês passado recebi dia 20 esse mês n recebi e já passei pela junta da segurança social me deram o papel cm ainda continuo na baixa e Nd de recebe mas qual será a data certa alguém sabe obrigada
Beatriz Madeira
Há informação de que os pagamentos do Estado estão atrasados. Para mais esclarecimentos sugerimos-lhe que contacte a Seg. Social diretamente.
Ana Sofia Almeida
Baixa Gravidez Risco
Boa tarde a todos,

venho por este meio pedir um esclarecimento acerca da baixa de gravidez de risco.
Foi-me prescrita pela médica a baixa de gravidez de risco no dia 18 de Marrço de 2014 por um período de 30 dias, findo a 16 de Abril de 2014.
No mês de Abril recebi a dita contribuição da segurança social por transferência bancária, no dia 23.
Entretanto, foi-me renovada a baixa por mais 30 dias, isto é, do dia 17 de Abril a 16 de Maio.
Qual o meu espanto quando me deparo com o não pagamento, ontem dia 23 de Maio de 2014.
Hoje, dia 24 de Maio de 2014, dirijo-me ao balcão da Segurança Social numa loja do cidadão e não encontram justificação para a falta deste pagamento, visto que todos os documentos foram recepcionados pela mesma entidade. A única certeza é que o pagamento será efectuado a 23 de Junho de 2014.
Foi então que me aconselharam pedir um pagamento extraordinário da dita prestação.
Alguém já teve de o fazer?
Acham que valerá a pena e me pagarão antes do fim de Junho?
Tendo em conta que sou mãe solteira e o meu bebé nasce na próxima terça-feira, acho inadmissível este tipo de erro.
Obrigada pela atenção.

Atenciosamente,
Ana Sofia Almeida

Beatriz Madeira
Cara Ana Sofia Almeida, bom dia.

Sugerimos-lhe que ligue para a Seg. Social para expor novamente a situação (não refira que já esteve nos serviços pessoalmente) e poder "comparar" respostas. Depois de ouvir a resposta, se esta incluir a mesma sugestão - de fazer o pedido de pagamento extraordinário da dita prestação - então poderá valer a pena. Se não lhe referirem esta possibilidade, pergunte se vale a pena pedir o pagamento extraordinário e veja o que lhe dizem. Depois tome a sua decisão.

Isabel
tecnico de farmacia
Boa tarde,

Gostava de saber se uma pessoa que não estudou na universidade (técnico de farmácia 3 anos de curso 1 ano de estagio) pode trabalhar numa farmácia com uma placa a dizer o nome e que é técnico de farmácia?

Cumprimentos

Beatriz Madeira
Cara Isabel, boa tarde.

Por norma, nenhum trabalhador poderá ter uma categoria profissional e exercer funções correspondentes a qualificações/habilitações que não tem (e que poderá significar um risco para os clientes, neste caso). No entanto, a responsabilidade de contratação e atribuição de funções a uma pessoa sem qualificações/habilitações para o exercício da função em causa cabe à pessoa responsável pelo procedimento.

Carla Gago
Descontos obrigatórios - Recibos verdes
Boa tarde,

Estou desempregada há mais de 1 ano e surgiu-me a possibilidade de desenvolver uma actividade de prestação de serviços de venda de produtos (relojoaria). A proposta implica que eu abra actividade e passe recibos verdes.

1- O valor que me oferecem é 3.000,00 € mensais. Que descontos tenho que fazer? (IVA / IRS / Segurança Social).

2-Posso acumular esta actividade com o subsidio de desemprego?

Agradeço a vossa resposta a estas 2 questões.

Beatriz Madeira
Cara Carla Gago, boa tarde.

Relativamente a descontos para a Seg. Social enquanto trabalhadora independente, poderá consultar a informação que encontra no site da Seg. Social (http://www4.seg-social.pt/trabalhadores-independentes) ou consultar a Seg. Social pelo número 808 266 266 (dias úteis, 09h00-17h00). Quando telefonar tenha consigo o seu número de beneficiário (NISS).

Relativamente a IVA, IRS e outros assuntos fiscais, sugerimos-lhe que contacte a AT - Autoridade Tributária e Aduaneira (Finanças) pelo nr. 707 206 707, nos dias úteis das 08h30 às 19h30. Quando ligar tenha consigo o Número de Identificação Fiscal (NIF).

À partida, não poderá acumular a sua atividade como trabalhadora independente com o subsídio de desemprego, nem mesmo pedindo o subsídio de desemprego parcial, mas convém confirmar. Mais uma vez, sugerimos que entre em contacto direto com a Seg. Social por telefone (o mesmo que indicámos no 1º parágrafo).

4000 Caracteres remanescentes


O código do trabalho apresentado nesta página (Lei n.º 7/2009) e artigos anexos está em vigor desde Fevereiro de 2009 e foi atualizado com as alterações introduzidas . Para consultar o...

Comentários Recentes

Anónimo
2 horas 31 minutos

Boa tarde Frequentei um curso de unhas de gel, onde adquiri um certificado, no certificado só consta o nºCCP da formadora ...

paulo
2 dias 6 horas

Bom dia estou a trabalhar num espaço publico, e nestes últimos feriados que calharam ao sábado e domingo as chefias estão ...

GRAÇA
5 dias

PRECSO DE AGUÉM DA SEGURAÇA SOCIAL DESPONIVÉL E ESCLRARECEDORA E ESTOU A RECEBER ESTE VALOR, DESDE ABRIL MAS ATÉ AO DIA D ...

Anónimo
6 dias 19 horas

Comecei na empresa a trabalhar em Março de 1993 em Março de 2013 saí da empresa por esta me dever alguns subsídios . ...

Anónimo
6 dias 20 horas

Comecei na empresa a trabalhar em Março de 1993 em Março de 2013 saí da empresa por esta me dever alguns subsídios . ...