Imposto Único Circulação (IUC) - Tabelas 2012

Índice do artigo

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Para calcular o valor do Imposto Único de Circulação a pagar deve somar o valor a pagar por cilindrada com o valor a pagar por emissões CO2 (informação no Documento Único Automóvel) e multiplicar este resultado pelo coeficiente de actualização para o ano da compra (ver quadro em baixo).

O Imposto Único de Circulação é um imposto anual que incide sobre a propriedade (e não sobre a circulação), pago até o veículo ser abatido sendo actualizado todos os anos em Janeiro. É o imposto que substitui o antigo "selo do carro" e não deve ser confundido com o ISV, que é um imposto pago apenas quando o veículo é matriculado pela primeira vez (em novo ou como importado usado) e que já está incluído no preço de venda no caso dos novos.

O pagamento é feito sempre no mês da matrícula do carro ou no mês anterior. O pagamento do Imposto Único de Circulação quando compra um carro novo ou importa um usado deve ser feito pela primeira vez até 90 dias depois da data da matrícula.

O que conta para calcular o pagamento do IUC é sempre a data da matrícula em Portugal e não a data da primeira venda do automóvel.

Nos veículos com matrícula a partir de 1 de Julho de 2007, deverá somar o valor obtido a partir da cilindrada com o valor obtido a partir das emissões de CO2. Pode obter esta informação no Documento Único Automóvel.

Veículos matriculados antes de 1 de Julho de 2007 (até 30 Junho de 2007)

Gasolina CilindradaOutros (Gasóleo, etc.) CilindradaMovidos a electricidade
Voltagem total
Posterior a 1995De 1990 a 1995De 1981 a 1989
Até 1.000 Até 1.500 Até 100 17,25 € 10,87 € 7,63 €
Entre 1.001 e 1.300 Entre 1.501 e 2.000 Mais de 100 34,61 € 19,45 € 10,87 €
Entre 1.301 e 1.750 Entre 2.001 e 3.000 54,06 € 30,22 € 15,16 €
Entre 1.751 e 2.600 Mais de 3.000 137,17 € 72,35 € 31,26 €
Entre 2.601 e 3.500 229,39 € 124,92 € 63,61 €
Mais de 3.500 408,69 € 209,94 € 96,46 €

Veículos matriculados a partir de 1 de Julho de 2007 (inclusive)

CilindradaTaxaEmissões CO2Taxa
Até 1.250cm3 27,51€ Até 120g/km 56,46€
Mais de 1.250cm3 até 1.750cm3 55,22€ Mais de 120g/km até 180g/km 84,59€
Mais de 1.750cm3 até 2.500cm3 110,34€ Mais de 180g/km até 250g/km 169,18€
Mais de 2.500cm3 347,74€ Mais de 250g/km 289,82€

Nesta categoria de veículos (B - ligeiros matriculados a partir de 1 de Julho de 2007) de forma a não prejudicar veículos mais antigos, existe uma forma de diferenciar os veículos consoante o ano.
Isto é conseguido através da aplicação de um coeficiente, obtido através do ano de aquisição e de acordo com a seguinte tabela.

Ano de aquisiçãoCoeficiente
2007 1,00
2008 1,05
2009 1,10
2010 1,15
2011 1,15
2012 1,15

Para calcular o valor a pagar terá que: somar a parcela da cilindrada à parcela das emissões e depois multiplicar esse resultado pelo número da tabela acima de acordo com o ano do carro.
Exemplo: um carro de 2008, a gasolina com 1.300 de cilindrada e 150g/km de emissões de CO2 pagará (53,98 + 80,87) * 1,05 = 141,59€.

Veículos comerciais de transporte particular com peso bruto inferior a 12t

Peso BrutoTaxa
Até 2.500kg 31,00€
De 2.501kg a 3.500kg 50,00€
De 3.501kg a 7.500kg 120,00€
De 7.501kg a 11.999kg 195,00€

Motociclos, ciclomotores, triciclos e quadriciclos

CilindradaPosterior a 1996Entre 1992 e 1996
De 120 até 250 5,37€ 0
Mais de 250 até 350 7,59€ 5,37€
Mais de 350 até 500 18,34€ 10,85€
Mais de 500 até 750 55,12€ 32,46€
Mais de 750 110,24€ 54,07€
Carla Ribeiro
IUC
Comprei um carro de 2003 mas importado em 2008. O vendedor tinha alguma obrigação de me informar sobre o valor do IUC
Beatriz Madeira
Não existe uma obrigação legal nesse sentido; poder-se-á tratar mais de uma questão de ordem ética. Na verdade, o comprador deve procurar estar informado sobre todos os aspetos e obrigações que a compra acarreta.
Ribeiro
Cobrança abusiva de iuc
Tenho uma viatura mercedes C250TD de 1997, importada em Novembro de 2007. A autoridade tributaria está a cobrar perto de 500€ de iuc porque alegadamente a viatura emite 330g de co2. No entanto, no DUA e na base de dados do IMT não figura qualquer valor. No campo co2 aparece "xxxx". Já vi documentos unicos de outras viaturas fabricadas no mesmo ano (1997) e importadas depois de 1 de julho de 2007, e o valor das emissões de co2 aparece. É legitima a cobrança deste valor?
Manuel Silva
CO2
Boa noite! Quando do processo de legalização na DAV deve constar o CO2 e esse valor será o que a AT considera para efeito de cobrança de imposto. Caso não corresponda deve reclamar.
Ana
Boa noite , consulte a página do facebook " não vá para as filas nós vamos por si "
Luis Coelho
Imposto de circulação
Boa tarde, gostaria de obter um esclarecimento. Eu comprei um carro importado cujo mês da matricula em Portugal é no mes 03 ( março ). Comprei este carro dia 11-12-2013. O antigo proprietário não tinha pago o imposto de circulação. Que deveria ser válido do mes 03/2013 ao mes 03/2014. Tendo eu comprado o carro na data acima indicada. Este imposto esta a ser-me imputado a mim. Sou obrigado a pagar? Ou seja na altura de lançamento para o pagamento do IUC estava no nome do antigo proprietário logo deveria ser ele a ter de o pagar!

Agradeço a disponibilidade

Cumprimentos

Luis Coelho

Manuel Silva
IUC
O IUC devido em Março de 2013 é da responsabilidade do proprietário naquela data.
Alexandra Bretes
IUC - Matricula cancelada de veiculo ardido em 2004
Boa Tarde,

tive um veiculo que ardeu em 2004. entretanto a policia ficou na altura com os documentos para abater a matricula e a partir daí fiquei descansada em relação ao assunto, até ao ano passado em que recebi, por engano, uma multa de ter passado nas portagens sem pagar (enganaram-se num digito da matricula) o que deu para perceber que a matricula ainda estava activa. Tratei de, por meio de requerimento, pedir o cancelamento da matricula contando o episodio de 2004 e informando que o carro tinha sido entregue por um familiar a um socateiro, razão pela qual não tinha o documento de abate. Também não conseguia identificar esse socateiro porque o intermediário teria já falecido.
Esta semana recebo uma notificação das finanças para pagamento do IUC desde 2009. Dirigi-me à repartição onde me informaram que o IMTT teria de cancelar a matricula com efeitos retroactivos a 2004. Hoje, dirigi-me ao IMTT e informaram que não podem fazê-lo porque o sistema não permite.

Estranho a DECO e as Finanças darem a mesma indicação e o serviço em questão dizer ser impossivel.

Como poderei proceder para obter o "perdão da divida" e não ter de pagar o IUC?

Cmts

Alexandra M Bretes

Beatriz Madeira
Cara Alexandra Bretes, boa tarde.

A sugestão que pensamos ser adequada à situação que expõe será escrever para o IMTT, para as Finanças, para a Provedoria de Justiça e para a DECO. Tudo em forma de carta registada e com aviso de receção, expondo o caso cronologicamente, anexando todos os meios de prova em como em devida altura procedeu em conformidade com a lei e solicitando, por isso, o "perdão da dívida".

Para o IMTT deve expor o caso mais uma vez e pedir novamente cancelamento retroativo da matrícula.

Para as Finanças (repartição de onde lhe enviam a notificação) deve expor o caso e pedir o "perdão da dívida".

Para a Provedoria de Justiça (http://www.provedor-jus.pt/?idc=34) e a DECO deve expor o caso na íntegra, informar que pediu por carta ao IMTT o cancelamento retroativo da matrícula e que pediu por carta às Finanças o "perdão da dívida". Se possível, junte fotocópias das cartas.

Guarde para si fotocópia de todas as cartas que enviar, juntamente com os registos e avisos de receção. Envie fotocópias de toda a documentação que sirva de meios de prova nas cartas.

Lidia Charrua
Como reduzir IUC ??
Olá

Gostaria de saber se existe alguma forma de reduzir o valor de IUC, tenho um SUV e este ano o valor aumentou de forma significativa, será que existe alguma alteração no veiculo que possa reduzir o mesmo valor, nomeadamente a nivel da emissão de CO2 ?

Lidia Ch.

Beatriz Madeira
Cara Lídia Charrua, boa tarde.

Para obter a informação que pretende, sugerimos que contacte o IMTT - Instituto de Mobilidade e Transportes Terrestres, cujos contactos encontra em http://www.imtt.pt/sites/IMTT/Portugues/Contactos/Paginas/Sede.aspx

Inês de Matios
IUC
Boa noite

Vinha por este meio colocar a seguinte questão.
Tenho um carro do ano de 2008 que paga de IUC 150€
Gostaria que me esclarecessem se este valor se mantém, se aumenta ou se ira eventualmente diminuir de acordo com a idade do veiculo,

Grata pela atenção dispensada.


inês de Matos

Beatriz Madeira
Cara Inês de Matos, boa tarde.

Já pode consultar os valores atualizados do IUC nas tabelas disponíveis em http://www.sabiasque.pt/familia/noticias/1767-imposto-unico-circulacao-iuc-tabelas-2013.html

cristina
iuc
Olá.. O meu irmao recebeu uma carta das finanças para pagar a coima de atraso de pagamento do iuc de um carro q desconhece porque nunca foi dele e aparece registrado durant um mes em nome dele.. o que deve fazer?
Obrigados..

Beatriz Madeira
Cara Cristina, boa tarde.

Sugerimos-lhe que consulte o IMTT - Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres (http://www.imtt.pt/sites/IMTT/Portugues/Paginas/IMTTHome.aspx) para verificar a "veracidade" desse registo.


Independentemente do resultado desta consulta, deve:


- Enviar uma carta (registada e com aviso de receção) para as Finanças informando que o veículo em questão nunca foi sua propriedade e que, por isso, não procederá ao pagamento do "valor em dívida", anexando o resultado da consulta ao IMTT (mesmo que esteja registado como proprietário do veículo por um mês). Sugerimos que liste claramente todos os veículos que foram ou são sua propriedade, para que não restem dúvidas que não foi dono do dito veículo.


- Enviar uma carta para a Provedoria de Justiça (registada e com aviso de receção) solicitando clarificação do caso em anexo. Anexa fotocópia da carta que vai enviar para as Finanças fotocópia da carta que recebeu das Finanças fotocópia do resultado da consulta ao IMTT.


Poderá, ainda, ligar para a AT - Autoridade Tributária e Aduaneira pelo nr. 707 206 707 (dias úteis das 08h30 às 19h30) para tentar clarificar a questão, ou seja, para saber como é possível as Finanças terem uma informação que não corresponde à verdade. Quando ligar tenha consigo o Número de Identificação Fiscal (NIF).

Hélio Lopes
IUC
Boa Tarde,

Recebi uma carta registada das finanças a informar sobre opagamento de IUC de 2008 até a presente data de uma viatura que vendi em 2005.
Infelizmente não possuo nenhum comprovativo da venda da mesma.
Será que alguém me pode ajudar dizendo quais as medidas que devo tomar!!??

Obrigado.
Hélio Lopes

Beatriz Madeira
Caro Hélio Lopes, boa tarde.

Sugerimos-lhe que contacte o IMTT - Instituto da Mobilidade e dos Transportes Terrestres para verificar se foi feito o registo do veículo no nome do comprador. Assim, poderá comprovar perante as Finanças que o veículo não é seu desde o ano em que o novo proprietário fez o registo (se o chegou a fazer!).

Depois de obter esta "prova" junto do IMTT, deve fazer uma exposição escrita às Finanças, juntando a "prova" à carta (registada e com aviso de receção), de forma a que não lhe seja cobrado o IUC da viatura em questão.

Ricardo Silva
Pagamento de IUC em atraso
Boa noite, recebi uma carta registada das finanças a informar sobre o pagamento do IUC de uma viatura que vendi em 2004.
Possuo documentação da venda da viatura, e um pedido de apreensão de documentos efectuado no IMTT em 2009.
O IUC que pedem para pagar é relativo a 2008 em diante,
Não considero justo que tenha que pagar o IUC uma vez que já não era proprietário da viatura desde 2004, mas não sei como devo proceder neste caso.

Agradeço algum esclarecimento sobre o assunto

Beatriz Madeira
Caro Ricardo Silva, boa tarde.

No caso que nos expõe, sugerimos que faça uma exposição escrita (por carta registada com aviso de receção) às Finanças, assim como ao IMTT, com cópia de toda a documentação que comprova a venda do veículo em questão, solicitando a anulação do aviso de pagamento em seu nome.

Miguel Torres
IUC - Cancelamento de matrícula
Bom dia,

Efectuei um cancelamento de matrícula no passado mês de Março, no entanto o IUC está a pagamento durante o mês de Agosto.
As finanças dizem que enquanto a matrícula estiver no sistema o IUC tem de ser pago, e que quem "tira" as matrículas do sistema é o IMTT.
O IMTT diz que devido ao excesso de serviço e falta de pessoal ainda não efectuou o cancelamento.
O que devo fazer???

Bruno
IUC
Boa tarde! Alguém me consegue confirmar se as moto 4 estão sujeitas ao pagamento do IUC?
Obrigado.

Beatriz Madeira
Caro Bruno, boa tarde.

A resposta é afirmativa, as moto4 (quadriciclos) estão sujeitas a IUC. No final do artigo em cima encontra a respetiva tabela: "Motociclos, ciclomotores, triciclos e quadriciclos".

Beatriz Madeira
Caro Miguel Torres, boa tarde.

Face ao que nos apresenta, a sugestão que lhe damos é que escreva uma carta para todas as entidades envolvidas reclamando o seu direito a não proceder ao pagamento em causa devido ao que expõe. Quando o fizer, inclua a Provedoria de Justiça*.


Faça uma exposição escrita dos factos, anexando a documentação que faz meio de prova das afirmações constantes na exposição. Envie tudo por correio registado com aviso de receção e guarde fotocópia das cartas e os originais dos documentos que fazem meio de prova. Inclua fotocópias de todos os meios de prova em todas as cartas.


* Provedoria de Justiça - Rua Pau de Bandeira 9, 1249-088 Lisboa.
Existe também uma Linha Azul: ( 351) 808200084 se quiser perguntar como proceder e que documentos necessita apresentar. Pode fazer também queixa on-line em http://www.provedor-jus.pt/queixa.htm

Carlos Albuquerque
iuc
Bom dia,

Já percebi que o IUC é para ser pago até ao abate do veiculo no entanto para os veiculos comprados a partir de Agosto de 2007 este imposto tem vindo sempre a subir.
A minha pergunte é qual o limite para parar o crecimento é aos 5 anos aos 10 ou é nunca?

Cumprimentos
CA

Beatriz Madeira
Caro Carlos Albuquerque, boa tarde.

Não existe um limite temporal (idade do carro) para que o aumento de impostos deixe de acontecer. Os impostos são definidos a nível governamental e estão sujeitos a atualizações consoante a política fiscal vigente.

4000 Caracteres remanescentes


Código do Trabalho

Código do Trabalho

O código do trabalho apresentado nesta página (Lei n.º 7/2009) e artigos anexos está em vigor desde Fevereiro de 2009 e foi atualizado com as alterações introduzidas . Para consultar o...

Comentários Recentes

jorge manuel dos santos marques
2 dias

Bom dia agradecia que me esclarecessem o seguinte Apos a morte do meu pai, a viuva, que tinha ficado como cabeça de casal, f ...

José Pedrosa
4 dias

A questão da correta interpretação reside numa correta leitura da legislação aplicável. Esta, não a qualquer número d ...

Maria
4 dias 1 hora

Gostaria que me informassem, se faltas por Falecimento, se acontecer no fim de semana ou feriado, conta para esses dias, é q ...

Vítor
4 dias 2 horas

Boa tarde, em 2015, diagnosticaram-me um linfoma de Hodjking, tendo feito tratamento devido (quimio e radioterapia). Fui aval ...

Carolina
4 dias 3 horas

Boa tarde, Atrasei-me 5 dias na entrega do prolongamento de amamentação á minha entidade patronal. Posso perder esse di ...