Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Em crescimento estará a procura de assistentes de cuidados domiciliários, assistentes administrativas e trabalhadores das cadeias de fast-food. Em decréscimo estará a procura de trabalhadores da construção, transportes e produção industrial.

O Bureau of Labor Statistics analisou as tendências do mercado laboral norte-americano e fez uma projeção para a próxima década. Assim, nos Estados Unidos da América, e ao longo dos próximos anos, haverá um aumento da oferta nos "extremos", ou seja, nas profissões que requerem menos qualificações e que oferecem salários mais baixos, assim como nos trabalhos de elevada qualificação e salários. 

Logo Bureau Labour Statistics A oferta de emprego associada à classe média deverá tornar-se cada vez mais escassa. De acordo com o estudo do Bureau of Labor Statistics, os empregos no sector primário e secundário (ver explicação em baixo) - onde se inclui a construção, transportes e produção industrial - diminuíram cerca de 30% desde 1950 e a tendência é para continuarem a diminuir. Os empregos no sector secundário ligados aos serviços, comércio e vendas, assistência pessoal e nas cadeias de fast-food, aumentaram 30% desde 1950. Os empregos ligados ao sector terciário (ver explicação em baixo) que requerem elevadas qualificações e que são melhor remunerados - áreas da tecnologia, negócios, gestão e media - aumentaram cerca de 15%. 

Assim, entre 2012 e 2022 a economia norte-americana deverá gerar mais postos de trabalho, com o total da força laboral a crescer 10,8%, passando de 145 milhões para 161 milhões de empregos. Destes, 5,6 milhões deverão corresponder a funções bem pagas e altamente qualificadas, prevendo-se um crescimento de 12,5% neste sector do mercado. Os empregos menos qualificados e com baixos salários deverão crescer em 7,4 milhões e as áreas da construção e dos transportes deverão aumentar em 2,7 milhões de postos de trabalho.

Setor primário

O setor primário é o conjunto de atividades económicas que extraem e/ou produzem matéria-prima. Podem ser também incluídas as atividades de transformação de recursos naturais em produtos primários. As indústrias que agregam, embalam, empacotam, purificam ou processam as matérias-primas dos produtores primários (não aptas para consumo) são, por norma, também consideradas neste setor. O setor primário é composto por seis atividades económicas: agricultura, pecuária, caça, pesca, extração de minério, extração de recursos não-renováveis e extração de produtos naturais de origem vegetal.

Setor secundário

O setor secundário transforma a matéria-prima extraída e/ou produzida pelo setor primário, em produtos de consumo ou em máquinas industriais que são produtos utilizados por outros estabelecimentos do setor secundário. São atividades deste setor a indústria, a transformação, a construção civil e os serviços industriais de utilidade pública. A indústria é a atividade principal deste setor, estando presente em diversas áreas, como sejam as indústrias automóvel, alimentar, naval, cervejeira, aeroespacial e de aeronaves, química, têxtil e confeções, tabaqueira, maquinaria, aço e energia - petróleo, gás e energia elétrica.

Setor terciário

O setor terciário é conhecido como o dos serviços. No contexto da economia define-se pela prestação de serviços e pode envolver a comercialização de produtos em geral e a disponibilização de serviços comerciais, pessoais ou comunitários a terceiros - empresas ou consumidores finais. Os serviços são, normalmente, definidos como "bens intangíveis", aqueles que são utilizados como um meio de acrescer valor ao produto. Os produtos podem ser transformados no processo de prestação de um serviço. Os serviços podem envolver o transporte, distribuição e venda de mercadorias do produtor para o consumidor ou podem envolver a prestação de um serviço. O foco deste setor é a interação das pessoas e o serviço ao consumidor, mais do que a transformação de bens físicos.

 

4000 Caracteres remanescentes


Em 2013, houve alterações à legislação laboral (Código do Trabalho) que regulamenta a marcação de férias. Veja aqui como proceder para contabilizar, marcar e alterar os dias de férias em...

Comentários Recentes

Manurl Conceição Costa
1 dia 7 horas

Patrão fechou portas por motivo do coronavírus e mandou- me para casa com licença sem vencimento está lei ou não.

Manuel Conceição Costa
1 dia 7 horas

Patrão fechou portas por motivo coronavírus e mandou-me para casa com licença sem vencimento ele pode fazer isso.

Manuel Conceição Costa
1 dia 7 horas

Patrão fechou portas e mandou-me para casa com licença sem vencimento pode fazer isso por por causa do coronavírus.

Anónimo
1 dia 14 horas

Bom dia, Devido ao falecimento do meu pai, estive três dias sem apresentação ao trabalho mas a comunicação foi feita no ...

Anónimo
1 dia 14 horas

Há faltas que, muito embora justificadas, não são remuneradas. As motivadas por falecimento de familiar estão nesta categ ...