Explicamos como funciona o crédito consolidado e os benefícios desta solução para o seu orçamento.

A consolidação de créditos tem sido uma solução cada vez mais usada para que quem tem vários créditos contratualizados possa, ao juntar várias prestações mensais numa só, otimizar as suas despesas e ter alguma folga mensal nas suas finanças.

Antes de mais, porque ao juntar todos os créditos numa só mensalidade está objetivamente a simplificar o processo do seu orçamento mensal; depois porque pode efetivamente pagar menos, já que a taxa de juro média a pagar pode ser menor, resultando isso, claro está, em prestações mais suaves.

unikSEO credito 150x100Imagine, por exemplo, uma família com um crédito à habitação de 500 euros por mês, um crédito de empréstimo automóvel de 200 por mês e um crédito pessoal de 100 euros por mês. A responsabilidade mensal seria de 800 euros, paga em diferentes alturas do mês. A consolidação de créditos permitiria unificar os três créditos num só que seria pago na mesma data todos os meses, beneficiando ainda de uma robusta redução da taxa e do valor a pagar.

Como funciona o crédito consolidado?

Como já apontámos, a consolidação de créditos converte todos os seus créditos num único processo. As vantagens que daí resultam são relevantes: melhores condições, uma taxa menor e um prazo de pagamento fixo, que se podem traduzir em reduções mensais até 60% na sua prestação mensal. Assim, o crédito consolidado pode ser uma solução eficaz para fazer face ao sobre-endividamento e ao peso excessivo deste no orçamento familiar.

Pode usar o crédito consolidado para créditos pessoais ou créditos contraídos através de cartões de crédito e linhas de crédito. Quanto aos procedimentos para concretizar a consolidação de créditos, são simples, sendo de sublinhar que, como é natural, este é um processo que envolve a responsabilidade e a exigência com que se deve pautar tudo o que envolva as suas finanças e a sua relação com as instituições bancárias ou financeiras. Depois de, com critério, analisar todas as vantagens e desvantagens da consolidação de créditos, tenha a atenção de escolher a entidade que melhor protege os seus interesses, proporcionado as melhores condições.

Como consolidar os créditos?

Para tal, terá, antes de mais, de consultar o mapa de responsabilidades de crédito no site do Banco de Portugal, onde encontrará reunidas as informações sobre os seus créditos. Depois, faça várias simulações de crédito em diversas entidades bancárias e financeiras para saber qual a melhor opção. O simulador de crédito consolidado do Unibanco, por exemplo, é bastante intuitivo. Preencha com o valor e prazo pretendido e descubra a condições oferecidas. Nesse caso, tem até a vantagem de poder iniciar a adesão online ao crédito consolidado e de nem precisar de mudar de banco. De seguida, terá que enviar toda a documentação pedida relativa à sua identificação, situação laboral e fiscal – o normal nestes casos.

Saber como funciona o crédito consolidado é também conhecer as suas desvantagens:

O crédito consolidado não será uma boa solução se tiver mais de 80 anos, se não tiver uma situação laboral minimamente estável, se não tiver rendimentos declarados, se o total dos seus créditos for inferior a 5.000€ ou se já estiver em situação de incumprimento com as entidades bancárias ou financeiras. Lembre-se também que quanto maior for o prazo, maior poderá ser o montante total de juros a pagar.

Se é verdade que há regras escritas e bem claras sobre o crédito consolidado, há outras que estão implícitas ao processo de consolidação de créditos.

A maior delas é de simples dedução: a nova almofada no seu orçamento orçamental deve ser muito bem usada e não deve ser utilizada para novos créditos ou despesas que não sejam as estritamente necessárias.

Aproveite para apertar o cinto e controlar as despesas mensais. Calcule a sua taxa de esforço e aproveite o excedente para poupar. Será sempre bom ter algum dinheiro disponível para qualquer emergência na sua vida ou para economizar para a reforma.

Este ponto é aliás muito importante sabendo nós que o sistema de pensões em Portugal pode não ser sólido o suficiente para assegurar a sua reforma no futuro, sendo ainda de registar que 78% dos cidadãos nacionais não poupam para esse período das suas vidas. Aproveite o momento e faça diferente.

Em suma: é muito importante saber como funciona o crédito consolidado e estar ciente de todas as suas vantagens e desvantagens, mas mais importante ainda será integrar essa solução numa nova forma de encarar as suas finanças.

Comentários Recentes

Anónimo
10 horas 10 minutos

Boa tarde Frequentei um curso de unhas de gel, onde adquiri um certificado, no certificado só consta o nºCCP da formadora ...

paulo
2 dias 13 horas

Bom dia estou a trabalhar num espaço publico, e nestes últimos feriados que calharam ao sábado e domingo as chefias estão ...

GRAÇA
5 dias 8 horas

PRECSO DE AGUÉM DA SEGURAÇA SOCIAL DESPONIVÉL E ESCLRARECEDORA E ESTOU A RECEBER ESTE VALOR, DESDE ABRIL MAS ATÉ AO DIA D ...

Anónimo
7 dias 3 horas

Comecei na empresa a trabalhar em Março de 1993 em Março de 2013 saí da empresa por esta me dever alguns subsídios . ...

Anónimo
7 dias 3 horas

Comecei na empresa a trabalhar em Março de 1993 em Março de 2013 saí da empresa por esta me dever alguns subsídios . ...