Índice do artigo

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

Segurança Social: Alterações no âmbito da parentalidade
Proteção da parentalidade
Protecção na parentalidade, no âmbito da eventualidade maternidade, paternidade e adopção - Lei n.º 89/2009
Protecção na parentalidade no âmbito da eventualidade maternidade, paternidade e adopção do sistema previdencial - Lei n.º91/2009

Lei n.º 120/2015 de 1 de setembro

Procede à nona alteração ao Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro, reforçando os direitos de maternidade e paternidade, à terceira alteração ao Decreto -Lei n.º 91/2009, de 9 de abril, e à segunda alteração ao Decreto -Lei n.º 89/2009, de 9 de abril.

A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte:

Patrícia Vinagre
Licença de maternidade e paternidade
Boa tarde,

Alguém me pode esclarecer se é possível gozar os 180 dias de licença em comum com o meu marido?

Carlos marques
Licenca de paternidade
Antes a licença de paternidades era de 20 dias(10 obrigatorios e dez facultativos...
Agora pela alteração do artigo 43 do código de trabalho passa para (15 obrigatórios e dez facultativos)...
É assim que vai funcionar?

Henrique Amores Monteiro
Caducidade de Contrato trabalho com baixa gravidez
Ex-mos. Senhores,
Tenho uma funcionária (Ajudante Cozinha) que me apresentou dia 10/10/15 baixa com gravidez de risco já com seis meses sem que nunca tivesse tido qualquer tipo de conversa sobre o assunto.A baixa tem data de 02/10/15 a 31/10/15 naturalmente com prolongamento. Devido à conjuntura actual na hotelaria tenho contrato de trabalho a termo certo com esta funcionária até 30/11/15. Não pretendo continuar com esta pessoa ao serviço devido aos riscos apresentados e além do mais ter de admitir alguém para as mesmas funções. Pretendo saber como proceder com a rescisão do contrato e quais as condições que apresento à empregada??????.........
Obrigado
Henrique Monteiro

anonimo
Devia era ter de pagar uma grande indemnizaçao á rapariga gravida pelo acto que está a cometer que é ainda para mais ilegal !

Voce é um irresponsavel !

Isabel Rebelo
Proteção à trabalhadora grávida
Por lei tem de comunicar à Comissão para a Igualdade no trabalho e Emprego a sua intenção de rescindir o contrato e os motivos. Tem de ter a anuência deste organismo para poder legalmente despedir uma trabalhadora grávida.
Caso não o faça incorre em sanção legal. Informe-se junto da CITE.
Chamo a atenção que o facto de ter de substituir a trabalhadora não implica para a empresa gastos adicionais pois os subsídios de maternidade são integralmente pagos pela segurança social.

paula lourenço
informação
Quando é que entra em vigor a Lei 120/2015? Esta Lei entra em vigor a 1 de janeiro de 2016?
Pedro Ferreira
A data de entrada em vigor ainda não está definida (será com a aprovação do orçamento de estado para 2016).

O Artigo 5.º - Entrada em vigor:

A alteração ao artigo 43.º do código do trabalho, constante do artigo 2.º, bem como as alterações ao artigo 15.º do Decreto -Lei n.º 91/2009, de 9 de abril, e ao artigo 14.º do Decreto -Lei n.º 89/2009, de 9 de abril, constantes dos artigos 3.º e 4.º entram em vigor com o Orçamento do Estado posterior à sua publicação.

4000 Caracteres remanescentes


Conchas e Areia

Marcação de Férias Laborais em 2020

O Governo adiou o prazo para marcação de férias até 10 dias após o final do estado de emergência. férias Laborais - Marcação de férias desde 2013

Comentários Recentes

Eu
2 dias 18 horas

Nesse caso divide as 8 horas por 6 dias... Digo eu, pela lógica... Mas... também gostaria de saber, com certeza,

CONCEIÇÃO GAMEIRO
7 dias 18 horas

Bom dia, Podem por favor esclarecer se o Horário a querer implementar na Empresa está correto? 9.30H saída ás 12.30H P ...

Manuel Rodrigues
12 dias 16 horas

bom dia Sra Beatriz, como entidade patronal surgiu uma situação de mau comportamento de um dos funcionários. como posso ap ...

Márcio
18 dias 12 horas

Sou vigilante e trabalho numa portaria 24h. Suponhamos que estou escalado para fazer o turno das 16h. ás 24h. O colega falta ...

Pedro
18 dias 17 horas

Boa tarde, Tendo a isenção de horário os feriados obrigatórios que tenha que ir trabalhar estão incluídos na isenção ...