Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Veja aqui as principais alterações no crédito à habitação e com garantia hipotecária e no crédito ao consumo pessoal com a entrada em vigor do Decreto-Lei 74-A/2017.

As “regras” aqui apresentadas são recomendações do Banco de Portugal aplicáveis aos novos contratos de crédito celebrados após 1 Julho 2018.

As instituições bancárias e não bancárias – que concedem crédito em Portugal – são livres para integrá-las nos seus procedimentos mas, caso não o façam, devem explicar publicamente os motivos.

O objetivo destas recomendações é garantir que os clientes bancários têm meios para pagar o crédito e que recebem informações mais claras por parte das instituições de crédito.

Principais recomendações

  • A Ficha de Informação Normalizada Europeia (FINE) adota um formato comum aos países europeus e substitui a Ficha de Informação Normalizada (FIN). A FINE descreve as principais caraterísticas e custos do crédito, facilitando a comparação entre propostas de diferentes bancos, devendo ser entregue ao cliente bancário e ao fiador.
  • Depois de negociado o contrato, os clientes e os fiadores, quando existem, recebem uma versão atualizada da FINE com as condições acordadas.
  • A proposta contratual apresentada ao cliente bancário, com as condições que constam da FINE, tem um prazo mínimo de validade de 30 dias. Esta proposta passa a apresentar o montante do empréstimo e o total a reembolsar ao banco.
  • O cliente bancário e o fiador, quando existe, têm um período de reflexão mínimo de 7 dias após a apresentação da proposta contratual, período em que não pode ser celebrado o contrato de crédito.
  • A taxa anual de encargos efetiva global (TAEG) substitui a taxa anual efetiva (TAE), refletindo de forma mais abrangente o custo total do empréstimo, incluindo os seguros necessários à sua celebração.
  • Desaparece a taxa anual efetiva revista (TAER). Com a TAEG, os custos decorrentes da subscrição de outros produtos bancários, contratados em troca de uma redução do spread, com exceção dos seguros contratados na mesma instituição bancária, deixam de ser contabilizados.  
  • São definidos limites quantitativos para concessão de crédito e consideração de risco que resultam da relação entre diferentes variáveis e que devem considerar a idade e situação profissional do consumidor, os respetivos rendimentos e despesas regulares, assim como a informação constante na base de dados da Central de Responsabilidades de Crédito do Banco de Portugal.
  • O pagamento de juros e de capital deverá ser feito desde a primeira prestação, desaconselhando-se os períodos de “carência de juros” ou ”carência de capital”. Nestes períodos não se paga juros ou capital, reduzindo uma prestação que aumentará posterior ou periodicamente.
  • A necessidade de fazer uma avaliação de circunstâncias futuras que possam vir a afetar negativamente o cliente bancário, avaliando o risco relativo à possibilidade de responsabilização do fiador ou avalista pelo pagamento da dívida.
  • As instituições que concedem crédito em Portugal passam a ter de prestar um serviço de assistência ao consumidor para informar e esclarecer sobre os conteúdos da FINE e dos documentos anexos a esta, assim como da minuta do contrato de crédito, e fornecer toda a documentação solicitada pelo cliente bancário.

4000 Caracteres remanescentes


Comentários Recentes

sophie
59 minutes 29 seconds

Mariana tudo bem, Conseguiu abortar com 23 semanas de gravidez. Estou no meso caso que voce. Obrigada

Carlos Rodrigues
1 day 7 hours

Boa noite. No caso de apresentar a minha carta de demissão, terei de o fazer com 60 dias de antecedência. Pergunto, poderá ...

Vivi
1 day 19 hours

Olá gostaria de tirar uma dúvida eu tive relações com meu namorado ele gozou atrás, porém estavamos em lugar meio inapr ...

Jose Monteiro
2 days 9 hours

Boa Noite Tenho a minha casa penhorada e tenho que entregar a chave ao agente de execução onde me foi dado um prazo 5 me ...

Hugo Ferreira
4 days 11 hours

Foi pai dia 25/7/2018 tirei 15 dias de licença obrigatoria seguidos, mas no meu recibo de vencimento de julho descontaram-me ...