Fórum

Espaço aberto à discussão
× Coloque aqui todas as dúvidas que tenha sobre a família que não estejam relacionadas com as outras secções.

Vida a dois

18 Nov. 2016 11:38 #16261 por Sol Ferreira
Vida a doisfoi criado por Sol Ferreira
Bom dia

Vivi com uma pessoa durante 8 anos. O contrato de arrendamento não tenho a certeza se terá o meu nome, mas fizemos um credito automóvel conjunto, aliás, aquando pedido do mapa de responsabilidade de credito aparece lá o meu nome associado.
Entretanto este ano separamo-nos ainda que continuemos a viver juntos e por razoes pessoais deixei de pagar o carro.
As despesas de água luz net, renda, são pagas em conjunto (não tendo eu no entanto qualquer comprovativo)
A morada fiscal de um e outro não é a da casa onde estamos e nunca fizemos o IRS em conjunto.
Em meu nome, tenho o gás. O que queria saber é se após esta separação eu tenho direito a alguma coisa, nomeadamente a ver ressarcido parte ou totalidade do valor que investi no carro até á data (abril de 2016, ou seja 4 anos e alguns meses)

Por favor Autenticar ou Criar uma conta para se juntar à conversa.

22 Nov. 2016 16:42 #16323 por Beatriz Madeira
Respondido por Beatriz Madeira no tópico Vida a dois
Cara Sol Ferreira, boa tarde.

Por norma, as questões relacionadas com bens após separações/divórcios, tratam.se por meio de venda dos bens, de forma a que haja uma desvinculação das pessoas aos bens e, desta forma, possam ser "feitas as contas" de forma equitativa.

Deixamos-lhe a sugestão de que consulte um advogado para saber ao que tem direito e como deve proceder para que "não perca nada pelo caminho".

Por favor Autenticar ou Criar uma conta para se juntar à conversa.

22 Nov. 2016 18:14 #16330 por Sol Ferreira
Respondido por Sol Ferreira no tópico Vida a dois
Antes de mais obrigada pela resposta. Será essa opção, vender o automóvel. No entanto ele continua a negar-me qualquer direito sobre o mesmo. O certo é que foram efetivamente 4 anos de pagamento de mensalidades, seguros, revisões, etc... e nem que seja 0,50€ mas acho que efetivamente devo ter algum direito.
Vou realmente contactar um advogado, porque o investimento mais que financeiro foi também pessoal, e não me posso permitir ficar desamparada. Obrigada

Por favor Autenticar ou Criar uma conta para se juntar à conversa.

Desenvolvido por Kunena

Destaques Agenda

Comentários Recentes

Kunena Avatar Beatriz Madeira
1 hour 15 minutes

Deixamos-lhe duas sugestões: 1. Verifique o que está descrito no guia da PriceWaterhouseCoopers (uma das maiores consultor ...

Kunena Avatar Beatriz Madeira
1 hour 31 minutes

Em princípio não poderá recusar. Contacte a CITE – COMISSÃO PARA A IGUALDADE NO TRABALHO E NO EMPREGO para obter um par ...

Kunena Avatar Anonymous
13 hours 51 minutes

Será todo de uma vez. Para fazer contas falta saber a idade mais próxima à data da alta

Kunena Avatar Anonymous
13 hours 54 minutes

primeiro, a idade que importa é a que tinha à data da alta bem como saber a sua data de nascimento (para saber se se aproxi ...

Kunena Avatar Sónia
14 hours 3 minutes

Conte, no mínimo, com 2 meses.