Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O Climáximo refere em comunicado que mais de 100 “anticorpos” ocuparam o Marquês de Pombal para “descontaminar a economia e regenerar as nossas sociedades, com uma ação pacífica e disruptiva contra os vírus que produzem a crise climática e as crises sociais”.

O comunicado completo está na página do Climáximo no Facebook:

Hoje, a acção pacífica de desobediência civil em massa "Nós Somos os Anti-Corpos", lançada pelo Climáximo, interrompeu a circulação na rotunda do Marquês do Pombal por mais de uma hora.

Com bandeiras verdes e vermelhas reclamámos a Res Publica, a "coisa pública", que é de todas as pessoas, com três reivindicações de emergência:

1. Neutralidade Carbónica em 2030

2. Serviços Básicos Incondicionais

3. Limite Máximo ao Rendimento

Continuaremos a lutar contra o vírus da maximização do lucro e de todos os sistemas sociais que alimentam a discriminação entre e dentro dos povos, pela justiça climática e a justiça social, e no dia 17 deste mês voltamos às ruas com o movimento dos movimentos, Resgatar o Futuro, Não o Lucro.

4000 Caracteres remanescentes