Nos lares com comparticipação da Segurança Social o beneficiário paga uma percentagem da sua reforma. O valor desta percentagem, bem como a explicação do modo de pagamento, tem que estar fixada no Regulamento Interno e/ou Estatutos da Instituição. Isto para que o funcionamento seja claro para o beneficiário e/ou familiares, caso a Segurança Social não comparticipe o lar ou a vaga em questão. Há lares que têm apenas um determinado número de camas com comparticipação, outras semi-particulares ou mesmo totalmente particulares, a nível do pagamento.

Como calcular o pagamento do Lar de Terceira Idade?
Existem vários tipos de respostas sociais para pessoas idosas
Existem documentos que têm de estar afixados nos lares
A mensalidade de um lar não inclui tudo o que é necessário para o idoso

Existem dois tipos de lares em Portugal:

  1. Sem alvará (ilegais)

  2. Com alvará (em conformidade com a regulamentação da Segurança Social):Particulares – são instituições de carácter particular/privado que devem ter informações como serviços prestados, mensalidades e modos de pagamento, recursos humanos, mapas de pessoal e de férias, ementas alimentares, entre outras, afixadas em local visível.

    • Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) – são instituições sem fins lucrativos que podem ter, ou não, comparticipação da Segurança Social; o valor da mensalidade nunca pode ser superior ao Custo Real de Utente que consta nos estatutos e/ou regulamento interno da instituição, assim como os serviços incluídos na mensalidade.

    • Misericórdias – instituição que pode acumular o estatuto de IPSS (aplicável a explicação anterior); caso isto não aconteça deve consultar-se os estatutos e/ou regulamento interno da instituição onde deve constar, igualmente, os serviços incluídos na mensalidade.

ATENÇÃO: Quem procura um lar deve contactar os técnicos de serviço social dos Centros Regionais da Segurança Social ou das Juntas de Freguesia para informações sobre os equipamentos disponíveis na área geográfica e as condições de acesso.

Para saber o quê e como pagar num lar deve:

  • Pedir para ler os estatutos e/ou regulamento interno da instituição – neste(s) documento(s) deve(m) constar os valores/percentagens e as formas de pagamento das mensalidades e o tipo de acordo estabelecido com a Segurança Social (este é que vai definir a percentagem e forma de cálculo da mensalidade).

  • Se não ficar satisfeito com as informações que lhe dão no lar, deve procurar mais informações. Se for uma IPSS consultar a CNIS – Confederação Nacional das IPSS (www.cnis.pt); se for uma Misericórdia consultar a UMP – União das Misericórdias Portuguesas (www.ump.pt); se se tratar de uma instituição de carácter particular, quanto muito poderá ver na Carta Social (http://www.cartasocial.pt/index2.php) se esta tem uma situação regularizada junto da Segurança Social. Em qualquer um dos casos, tratando-se de uma instituição com alvará, pode recorrer à Segurança Social para saber mais ou para tirar dúvidas.

  • Se for caso de haver alguma irregularidade, poderá fazer uma reclamação no livro de reclamações da instituição. Esta não pode negar o livro e, ao escrever a reclamação no livro, estará a efectuar a denúncia à Segurança Social. A instituição tem que enviar um dos duplicados da reclamação e a pessoa que apresenta a reclamação deve enviar uma fotocópia do seu duplicado (que a instituição lhe entrega o acto da reclamação) com outros documentos anexos que considere importantes para fundamentar a sua reclamação.

Consulte

Instituições Sociais vão ter "Bolsa de Oxigénio" de 150 Milhões de Euros - 19-06-2012

Como calcular o pagamento do Lar de Terceira Idade?

Existem vários tipos de respostas sociais para pessoas idosas

Existem documentos que têm de estar afixados nos lares

A mensalidade de um lar não inclui tudo o que é necessário para o idoso

 

Isabel
Ajuda
Boa tarde,
Sou da zona de Massamá, Sintra e há 1 ano atrás fiquei com a minha vida virada do avesso. A minha mãe, viúva, com 85 anos começou a acusar sinais de demência. Ela vivia com o meu irmão de 41 anos com trissomia 21. Já não havia condições para viverem os dois sozinhos. Tive que os trazer para minha casa aos dois. Passado uns meses deixei o meu emprego porque não conseguia gerir toda a situação estando a cumprir um horário a tempo inteiro. Sou casada e tenho uma filha com dez anos. Tenho que voltar a trabalhar urgentemente pois não posso suportar mais esta situação. Neste momento estou completamente presa. Fiquei com 2 pessoas dependentes em casa. A minha mãe tem demência, não pode ficar sozinha, mas de resto é autónoma. Gostaria de encontrar urgentemente um lar/residencial compatível com a reforma dela +/- 400 Euros. Consegui inseri-la num centro de dia da zona (URPITMA) mas não têm vaga para permanente e eu já não posso ficar mais tempo à espera......
Agradeço a quem me possa responder e ajudar a encontrar solução para esta situação.
Muito obrigada,

Emilia
Lar de idosos em regime privado para acordo social
Boa tarde, estou há dois anos e meio a financiar o pagamento do lar ao meu pai, tendo-me sido dito no lar que poderia passar a acordo do css dentro de um mês a um ano! como pedir por escrito?ou o que fazer?
Ana
Procuro lar para um casal de idosos co 86 e 91 anos no concelho de Beja e que seja comparticipado porque o valor das reformas é baixo. Agradeço resposta o mais rápido possível! Obrtigada!
Procuro lar para um casal de idosos co 86 e 91 anos no concelho de Beja e que seja comparticipado porque o valor das reformas é baixo. Agradeço resposta o mais rápido possível! Obrigada!
Isabel Pinheiro
Procura de lar
A minha mãe vive sozinha e precisava de encontrar um lar seguro e com boas condições na zona do grande porto
Antero Ferreira
Procuro lar Zona do Distrito do Porto
Necessito com urgência internamento lar na zona Distrito de Porto para sra de 93 anos completamente lúcida
Casa de acolhimento Liliana Ferreira
Casa de acolhimento com companhia e assistência 24h, todo o cuidade e conforto numa casa totalmente dedicada e vocacionada para os nossos.
Venha conhecer o nosso ambiente.

maria paula dias
preciso ajuda
Boa noite.Preciso ajuda para a minha mae pois o meu pai faleceu e necessito de um lar para minha mae tem 83 anos e autonoma sem problemas de saude graves so pequenas
coisas.
Zona pretendida se possivel Porto ou grande Porto
Desde ja agradeço atençao e se possivel resposta

Maria João Sousa
Lar
Boa tarde,

A minha mãe em breve irá de precisar para um lar, ela tem alzheimer, mas ainda tem mobilidade, está medicada e a ser acompanhada em neurologia e gerontopsiquiatria no Hospital de Santa Maria, atualmente está num centro de dia, noite e fins de semana está connosco, mas em breve deixaremos de ter condições de a podermos ter connosco, devido as condições arquitetónicas (andares altos sem elevador e casas que não respondem ás necessidades que se aproximam), condições de acompanhamento das necessidades da minha mãe.

Tenho duas filhas pequenas em idade escolar e não me consigo dividir mais, nem posso equacionar deixar de trabalhar.

Gostaria de saber condições, valores e alternativas, uma vez que ela tem um rendimento baixo ( 580,00€) e a família não consegue suportar valores altos.



Obrigado

Maria Sousa

Casa de Acolhimento Liliana Ferreira
Casa de acolhimento com companhia e assistência 24h, todo o cuidado e conforto numa casa totalmente dedicada e vocacionada para os nossos.
Venha conhecer o nosso ambiente.

Maria Luisa Paixão Albano
lar da segurança social
Boa tarde, solicito saber onde posso inscrever o meu pai de 82 anos num lar da segurança social, na zona do seixal, ou arredores, eu tive um AVC e fiquei sem condições de cuidar do meu pai preciso de ajuda
Nadia Raquel Palma Fernandes
lares comparticipados em sintra
A minha avo tem 82 anos e fez ha uma semana uma cirurgia ao intestino e ficou com saco de fezes. Precisa de ter acompanhamento 24 horas, mas os meus pais nao podem deixar de trabalhar o dinheiro ja nem assim 'e suficiente. Alguem sabe como conseguir um lar da seguranca social? Obrigada
Beatriz Madeira
Sugerimos que consulte a Carta Social em http://www.cartasocial.pt/index2.php
maria fortunata moreira
lar comparticipado onde há, no concelho de sintra?
gostava de saber quais os lares comparticipados no concelho de sintra com urgência por favor . Obrigada.
José Duarte
telef 281543100
73 anos agil
Beatriz Madeira
Consulte a Carta Social em http://www.cartasocial.pt/index2.php
gladys Marques
Lar para casal de idosos 87 anos zona de aveiro
O meu pai e a minha mãe são dependentes, 87 anos os dois. O meu pai acamado a minha mãe caminha alguma coisa mas sofre de muitas tonturas e anda mais em cadeira de rodas . mobilidade muito reduzida. Urgente necessito lar pela segurança social ou familia de acolhimento . Meu pai tem reforma baixa 270 euros a minha mãe não tem reforma.Chegam dia 12 da venezuela, já que a situação lá para arranjar comida e medicação é insoportável. Sou a filha mais velha, a única em Portugal não posso deixar o meu emprego e não tenho condições em casa, moro terceiro andar sem elevador. Os preços nos lares são incomportáveis, Agradeço uma resposta para lar para os dois ou uma casa de acolhimento , isto para a zona de aveiro . Obrigada.
Beatriz Madeira
Sugerimos-lhe que fale com todas/os as/os assistentes sociais que possa, seja da Junta de Freguesia, da Câmara Municipal, da segurança social, de instituições da zona indicada, da Misericórdia, etc. Veja instituições na zona em http://www.cartasocial.pt/index2.php
diamantino rodrigues
vivo em uniäo de facto a minha companheira tem 79 anos eu näo tenho como lhe fazer acompanhamento pois ela sofre de muitos problemas de saude que os medicos näo conseguem diagosnisticar ganho 400 euros de reforma näo posso pagar nem as
Beatriz Madeira disse:
Sugerimos-lhe que fale com todas/os as/os assistentes sociais que possa, seja da Junta de Freguesia, da Câmara Municipal, da segurança social, de instituições da zona indicada, da Misericórdia, etc. Veja instituições na zona em http://www.cartasocial.pt/index2.php

antonio carlo baptista monteiro
pagamento dos domingos
trabalho em regime de turnos nao em laboração continua, só que a empresa decidui a partir de janeiro 2018 trabalhar-mos ao fim de semana e dando apenas a folga de domingo durante a semana sem pagar nada mais. será que é correto?
Beatriz Madeira
À partida, o empregador não pode alterar as condições contratuais negociadas individualmente com o trabalhador, e assentes em contrato assinado por ambas as partes, sem que haja acordo entre as partes. Veja mais informação em https://sabiasque.pt/trabalho/legislacao/resumos/1916-alteracao-das-condicoes-contratuais.html
Adelaide
lar urg
Preciso de vaga para pessoa de 56 anos sexo masculino portador de esquizofrenia controlado por medicação, autonomo apenas não consegue viver sozinho, tem medo, e o familiar com quem vivia faleceu este fim de semana.
Neste momento apenas tem uma pensão existindo a possibilidade de um aumento de rendimento a curto prazo. Mto urgente
Melhores cumprimentos
Adelaide

Beatriz Madeira
Para saber quais os lares comparticipados pela Seg. Social deve consultar a Carta Social em http://www.cartasocial.pt/index2.php
Sandra Monteiro
Familia Acolhimento
Bom dia Dª Adelaide

Por favor contactar: nove, um, sete, zero, zero, oito, nove, um, três

Queira por favor contactar para o numero que tive escrever por extenso.

Cumprimentos,

Sandra

Fátima Pineiro
INTERNAMENTO NO LAR:
Boa Tarde, a minha Mãe esta internada, em cuidados continuados para descanso do cuidador, no final deste mês, regressa a casa. Estou a passar por uma fase muito difícil com princípios de esgotamento, uma vez que estou a cuidar dela á sete anos, mas no ultimo ano a situação agravou-se com a minha saúde, sinto me esgotada e sem forças para levar avante, os cuidados para com ela.
Não tenho família, tive que deixar o emprego para tomar conta do meu pai e quando partiu, minha Mãe deparou-se com demência e ficou debilitada fisicamente, sendo necessário prestar todo o tipo de cuidados, desde a higiene como alimentação.
Não tenho condições para a ter em casa, porque entre as divisões existe escadas para se movimentar desde o quarto até para usar o próprio wc.
Ando desesperadamente a procura de um lar para a colocar para ter condições, mas os preços praticados também são exorbitantes e a reforma é muito baixa, além disso é a única fonte de sustento…
Pela segurança social, também tenho dificuldades em receber apoio e ajuda…

Me despeço cordialmente enviando cumprimentos…
Fátima Pinheiro

Mariana
Boa tarde
Contacte me para conversamos um pouco... Nove um oitenta trinta e sete oito seis seis... Cumprimentos mariana

4000 Caracteres remanescentes


Clique no botão "Criar Senha Segura" para lhe apresentarmos uma senha forte que pode usar nas suas contas para permanecerem seguras.

 

Comentários Recentes

Beatriz Madeira
1 hora 10 minutos

O registo de entradas e saídas deve ser feito diariamente, sob pena de ser considerado nulo. O empregador é o responsável ...

Beatriz Madeira
1 hora 14 minutos

O ato praticado é totalmente ilegal e constitui motivo de despedimento por justa causa.

Beatriz Madeira
1 hora 43 minutos

O sabiasque.pt é um serviço distinto da Segurança Social, pelo que não tem como responder à sua questão. Podemos, no ...

Beatriz Madeira
2 horas 3 minutos

Considera-se abandono de posto de trabalho quando o trabalhador (mesmo que não haja um contrato escrito...) não se apresent ...

Beatriz Madeira
2 horas 19 minutos

O prazo de aviso prévio, em caso de rescisão de qualquer contrato, deve fazer-se com relação ao tempo já trabalhado. Con ...