Projeto Marias - Um projeto de emprego social

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

UM PROJETO DE EMPREGO SOCIAL, AUTONOMIZAÇÃO E COM SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA - Um ano após a sua implementação, o “Projeto Marias” provou que é um negócio sustentável. Apoiado pela Fundação EDP e gerido pela Pressley Ridge, este negócio social criado para gerar emprego em comunidades mais desfavorecidas, cruzando a oferta e procura de serviços domésticos, emprega hoje 34 mulheres e já gerou cerca de 100 mil euros.

Contratar uma Empregada Doméstica

O "Projeto MARIAS" é um modelo inovador que trata de tudo para que tenha uma empregada doméstica de confiança e integralmente de acordo com a lei. O projeto tem por objetivo autonomizar as 'Marias' que dele fazem parte e o modelo foi pensado de modo a garantir auto-sustentabilidade financeira.

Um modelo inovador

As 'Marias' são empregadas domésticas "tradicionais":

  • Trabalham com contrato e salário a cargo dos clientes;

  • São os clientes quem gere o dia-a-dia do trabalho, coordena as férias, fornece os materiais, etc.

O aspecto inovador reside na intervenção do Projeto:

  • Auxilia o recrutamento, dando a escolher aos clientes um grupo de 'Marias' de confiança;

  • Apoia a avaliação e o coaching das 'Marias' durante pelo menos 2 anos, com feedback periódico;

  • Facilita os aspectos administrativos que são da responsabilidade dos clientes (entidades patronais).

Tratamos de tudo por si

Sabemos que o trabalho doméstico é muitas vezes informal apenas porque falta tempo ao cliente para interpretar a legislação e resolver a burocracia.

Por isso tratamos de tudo: contratualização, admissão na Segurança Social, contratação do seguro de Acidentes de trabalho, etc. Só tem que:

  • Assinar os papéis;

  • Pagar mensalmente ao Projeto, que distribui o valor pelas várias entidades.

O Projeto procura pagar-se a si próprio

O Projeto é gerido pela Pressley Ridge num modelo de baixo custo, com encargos mensais de cerca de 2.400€ e que cobrem:

  • O salário do recurso afecto à gestão (que está a contrato, pois somos contra os falsos recibos verdes);

  • Os gastos com telecomunicações, consumíveis de escritório e os recursos físicos partilhados com a Pressley Ridge.

Queremos ser auto-sustentáveis, pelo que retemos 7% do valor que sobra dos pagamentos à Segurança Social e à Seguradora.

Enquanto não chegarmos às 62 'Marias', o que nos permitirá cobrir todos os custos, temos o apoio da Fundação EDP, que vê em nós um modelo com futuro.

Obrigado!

Quais são os aspectos-chave para ter uma empregada dentro da lei?

  • Garantir que, no caso de ser cidadã estrangeira, ela está legal em Portugal;

  • Contratualizar a vossa relação laboral dentro dos parâmetros da lei em vigor para o sector;

  • Fazer as contribuições mensais obrigatórias para a Segurança Social;

  • Transferir a sua responsabilidade sobre os acidentes de trabalho para uma Seguradora;

  • Declarar às Finanças os pagamentos que lhe faz, para efeitos do IRS dela.

Fonte: http://www.projetomarias.org/

4000 Caracteres remanescentes


Código do Trabalho

Código do Trabalho

O código do trabalho apresentado nesta página (Lei n.º 7/2009) e artigos anexos está em vigor desde Fevereiro de 2009 e foi atualizado com as alterações introduzidas . Para consultar o...

Comentários Recentes

Alice Machado
1 dia 10 horas

Olá, boa noite. Eu e meu namorado estamos voltando para o Brasil e pretendemos voltar, porém ainda não sabemos quando devi ...

Anónimo
6 dias 9 horas

Boa tarde estou gravida e fiquei de baixa de risco no dia 22 de agosto. Agora não sei como funciona isto do pagamento do sub ...

Carla silva
12 dias 15 horas

Em 2015 fui diagnosticada com um cancro maligno da tiroide, fiz cirurgia e tratamento, foi-me atribuída uma incapacidade de ...

Alexandre Vieira
14 dias 15 horas

No ponto 6 deste artigo (94) é referido que "não podem ser acumulados os direitos". Isso significa que não posso simultane ...

Jéssica
18 dias 1 hora

Oi meu nome é Jéssica e tenho uma dúvida MT grande eu e meu namorado nunca tivesse relações sexuais com penetração, nu ...