Votos do utilizador: 5 / 5

 

O Parlamento Europeu é o único órgão da União Europeia eleito por sufrágio universal direto e uma das maiores assembleias democráticas do mundo. Os deputados são eleitos por cinco anos pelos eleitores de todos os Estados-Membros e representam todos os cidadãos da UE.

 

Para 2019 consulte a nova página: Eleições Europeias 2019 - Informação ao Eleitor

 

Eleições Europeias 2014 - Resultados (projeções a partir das 20:00)
Parlamento Europeu
Comissão Europeia
Eleições Europeias 2014 - Informação ao Eleitor
Eleições Europeias 2014 - Portugal, 25 Maio

Porquê votar

Estas próximas eleições para o Parlamento Europeu (PE) - 25 Maio 2014 em Portugal - são diferentes porque, pela primeira vez, os deputados eleitos decidem quem será o Presidente da Comissão Europeia. São os eleitores que, por via indireta, decidem sobre quem vai liderar a Comissão Europeia até 2019.

Tendo por base os resultados eleitorais, o Conselho Europeu - formado pelos chefes de Estado/Governo da UE - propõe um candidato à presidência da Comissão Europeia. A eleição deste é feita por, pelo menos, metade dos votos dos 751 eurodeputados eleitos que compõem o PE. Os partidos políticos europeus apresentaram os seus candidatos antes das eleições, possibilitando aos cidadãos o conhecimento necessário à escolha (muito embora indireta) do futuro presidente do executivo comunitário.

eleições parlamento europeu 2014Os eleitores passam, assim, a ter uma maior influência no processo europeu de tomada de decisão, sendo que o PE decide, em matéria de legislação europeia, em pé de igualdade com os governos nacionais. A maioria política agora eleita irá determinar a legislação europeia nos próximos cinco anos em áreas que vão das liberdades cívicas ao mercado interno.

Abstenção, voto branco ou voto nulo

Em Política, abster-se significa negar-se ou eximir-se de fazer opções políticas. Abster-se do processo político poderá ser visto como uma forma de passividade, numa atitude aceite por anarquistas e condenada por democratas. A abstenção poderá ser encarada como uma "cegueira social" desencadeada por fatores externos aos cidadãos, mais do que uma recusa de participação ou uma irresponsabilidade. Num Estado "democrático" a abstenção deverá ser analisada no sentido de promover a inclusão social e a participação das populações na política.

Fonte (adaptação livre): Wikipédia - "Abstenção" 

Abstenção é não participar numa votação, num processo eleitoral ou num referendo. Ela pode refletir um total desinteresse pela vida pública ou uma escolha política ativa e consistente de mostrar discordância. A abstenção pode traduzir uma crise de representação e pode questionar a legitimidade do poder político eleito com baixa participação.

O voto branco consiste em depositar numa urna de voto um envelope vazio ou um boletim de voto não preenchido. Este tipo de voto indica uma vontade de se demarcar ou distinguir da(s) proposta(s) eleitoral(ais). Votos em branco não são considerados na contagem da votação.

O voto nulo corresponde a boletins de votos que tenham algum tipo de estrago (rasgados, riscados, desenhados, anotados, entre outros), sendo, por vezes, de difícil interpretação. O eleitor poderá não ter tido a intenção expressa de votar de forma nula ou, então, depositou voluntariamente um boletim de voto nulo para expressar oposição aos candidatos e programas apresentados. Estes boletins não podem ser considerados para efeitos de votação.

Fonte (tradução/adaptação livre): "Abstention, vote blanc et vote nul: quelles différences?"

Como e onde votar

Para saber o seu número de eleitor e o seu local de voto ver informação no artigo Eleições Europeias 2014 - Informação ao Eleitor

Em quem votar

Tendo em vista o envolvimento dos cidadãos europeus nestas eleições para o Parlamento Europeu, e uma vez que se estará a eleger "grupos políticos e/ou ideológicos", mais do que partidos políticos, foram disponibilizadas 3 aplicações virtuais "apartidárias" (questionários online) que permitem perceber as opiniões dos partidos políticos sobre diversas matérias e, por consequência, aquelas que mais se aproximam das convicções e/ou ideologia política do eleitor. 

Estes "auxiliares de votação" têm por base as respostas dos partidos políticos a algumas dezenas de perguntas sobre várias temáticas que foram organizadas sob forma de questionário. Este poderá servir de ferramenta de ajuda ao eleitor no que toca a posicionar-se no contexto dos vários partidos e/ou ideologias em campo.

No final do preenchimento do questionário o eleitor poderá consultar os indicadores de afinidade e de proximidade ideológica, podendo este exercício tornar mais fácil a decisão e a escolha. Alguns dos questionários permitem ao eleitor ponderar o peso de cada uma das perguntas e autoavaliar-se em termos de proximidade partidária e/ou ideológica.

Ver questionários nos links em baixo: 

4000 Caracteres remanescentes