Código do Trabalho - Histórico Atualizado - Artigo 344.º - Caducidade de contrato de trabalho a termo certo

Índice do artigo

Votos do utilizador: 5 / 5

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

Artigo 344.º - Caducidade de contrato de trabalho a termo certo

1 — O contrato de trabalho a termo certo caduca no final do prazo estipulado, ou da sua renovação, desde que o empregador ou o trabalhador comunique à outra parte a vontade de o fazer cessar, por escrito, respectivamente, 15 ou oito dias antes de o prazo expirar.

[2 — Em caso de caducidade de contrato a termo certo decorrente de declaração do empregador, o trabalhador tem direito a compensação correspondente a três ou dois dias de retribuição base e diuturnidades por cada mês de duração do contrato, consoante esta não exceda ou seja superior a seis meses, respectivamente.]

[O ponto 2 foi alterado pela Lei n.º 23/2012 de 25 junho para:]

[2 — Em caso de caducidade de contrato de trabalho a termo certo decorrente de declaração do empregador nos termos do número anterior, o trabalhador tem direito à compensação prevista no artigo 366.º]

[O ponto 2 foi alterador pela Lei n.º 69/2013 de 30 de agosto para:]

[2 — Em caso de caducidade de contrato de trabalho a termo certo decorrente de declaração do empregador nos termos do número anterior, o trabalhador tem direito a compensação correspondente a 18 dias de retribuição base e diuturnidades por cada ano completo de antiguidade, calculada nos termos do artigo 366.º]

[O ponto 2) foi alterado pela Lei n.º 93/2019 de 4 de setembro para:]

2 — Em caso de caducidade de contrato de trabalho a termo certo por verificação do seu termo, o trabalhador tem direito a compensação correspondente a 18 dias de retribuição base e diuturnidades por cada ano completo de antiguidade, calculada nos termos do artigo 366.o, salvo se a caducidade decorrer de declaração do trabalhador nos termos do número anterior.

[A Lei n.º 53/2011 de 14 de Outubro criou um novo ponto 3 levando à renumeração dos pontos seguintes:]

3 — Tratando-se de novos contratos de trabalho a termo certo, a compensação a que o trabalhador tem direito nos termos do número anterior é determinada de acordo com o disposto no artigo 366.º -A.

[O ponto 3 foi revogado pela Lei n.º 23/2012 de 25 junho para:]

4 — A parte da compensação relativa a fracção de mês de duração do contrato é calculada proporcionalmente.

[4 — Constitui contra-ordenação grave a violação do disposto no n.º 2.]

[O ponto 4 foi alterado pela Lei n.º 53/2011 de 14 de Outubro para:]

[O ponto 4 foi revogado pela Lei n.º 23/2012 de 25 junho para:]

[5 — Constitui contra -ordenação grave a violação do disposto nos n.os 2 e 3.]

[O ponto 5 foi alterado pela Lei n.º 23/2012 de 25 junho para:]

5 — Constitui contraordenação grave a violação do disposto no n.º 2.

4000 Caracteres remanescentes


Comentários Recentes

Ana
12 horas 41 minutos

Estou numa empresa desde 14 de Agosto de 2019 com contrato de termo incerto. Apresentei a carta de rescisão a 19 de Junho 20 ...

Carlos
1 dia 23 horas

Bom dia. Tenho um familiar nao directo, sem filhos, vive sozinho, que por razoes de saude gostaria de aceder a um Lar de Idos ...

Ricardo Teixeira
1 dia 23 horas

Estando escalado para trabalhar no sábado, deve-se apresentar ao serviço nesse dia. Desde as 00h00 de sábado que já não ...