Bem-vindo, Visitante
Nome de Utilizador Senha: Memorizar

Designer Gráfico numa IPSS (Estarei legal?)
(1 a ver) (1) Visitante
Coloca aqui as tuas dúvidas sobre rescisões e celebrações de contratos de trabalho.
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Designer Gráfico numa IPSS (Estarei legal?)

Designer Gráfico numa IPSS (Estarei legal?) 30 Nov. 2016 11:48 #16397

Bom dia a todos,
Encontro-me numa situação ainda bastante caricata...trabalho como Designer Gráfica numa IPSS, supostamente é o que o diz o meu recibo de vencimento...comecei aqui como estágio profissional em Outubro de 2011, durante 9 meses e fiquei nesta empresa a recibos verdes...Estes duraram 4 anos... (sim, recibos verdes falsos - horários a cumprir, sem férias, mais de 40 horas semanais...bem mais nalgumas semanas...enfim) aguentei até pedir o que era meu por direito. Um contrato de trabalho. Sim, pois quem chegou depois de mim, que estagiou, ficaram logo a contrato...mas no meu caso tinha que ter justificação por ser um trabalho que numa IPSS é algo diferente, mas que cumpria todos os requisitos para justificar um contrato.
Sendo assim, ao fim de 4 anos, fizeram-me contrato de termo de 1 ano...passado esse ano...voltaram a fazer de um ano...e agora vou para o 3º de um ano em setembro de 2017... estou a receber 604.50 (porque subiram 3 euros...ora que diferença...bem, o que gostaria de saber, pois ninguém me consegue informar...fazer todos os anos sucessivamente contratos de um ano durante o tempo que quiserem é legal? Nunca poderão me efetivar? (que é claramente o caso)... e o que recebo, pelas horas que faço (ainda mais de 40/48 horas semanais) é o justo e legal numa IPSS? sou Designer Gráfica licenciada, e no meu recibo de vencimento diz que a minha categoria é de designer gráfico... é o justo? É o correto? Se não o for, o que poderei fazer em relação a isto? Isto porque...trabalho numa IPSS, como diz o código de trabalho deveria apenas trabalhar 38h semanais, mas a entidade patronal não faz referencia a horários, para além de ser injusta a situação em que me encontro de momento...A partir do momento que entrei em 2011, não havia um departamento de comunicação e inovação...ao fim destes anos, com o meu trabalho, foram contratados vários funcionários para este departamento específico...
Somos vários funcionários todos com diferentes funções, acontece que a entidade patronal por consequência ordenado muito inferior, apesar de eu ter uma sub carga de trabalho superior. E sabemos que um designer gráfico a tempo inteiro ganha bastante...supostamente...mas a minha colega que chegou à dois anos em estágio e ficou logo a contrato que tem a categoria de Comunicação Organizacional... ganha mais de 150 euros acima do meu ordenado... e a justificação que me deram é que ela organiza numa pasta os trabalhos de design e envia os meus emails, pois teem todos que passar por ela... para além de eu receber pouco, fazer muitas horas não pagas e nem dadas...a minha carga de trabalho é excessiva e estou a sofrer alvos de pressão psicológica de formal verbal, abuso de poder, tons de voz exagerados, humilhações (para caso saberem até a minha colega me chama de burra e eu calo-me para não ser eu o alvo dos gritos e berros dela...) e acusações sem nenhum fundamento, chantagens psicológicas, e pica ponto certo (horário fixo) e para as minhas colegas, horário flexível...enfim...
Por questões de saúde estou a chegar ao meu limite ao fim de quase 6 anos, e não sei bem quais são meus direitos, e o que recebo numa IPSS para a minha categoria é justo? Obrigada a todos...
Anexos:
Última Edição: 30 Nov. 2016 11:53 por Sara Monteiro.
  • Página:
  • 1
Tempo para criar a página: 0.21 segundos